quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Sem sentido ( Vendida para Juliana)

Conforme a primeira postagem feita sobre essa sandália, ela ainda está dentro do contexto das coisas sem sentido que observo enquanto a vida passa.
Acho completamente sem sentido, eu estar andando pela Av: Paulista no meio de milhares de pessoas passando pela calçada e escutar um orelhão tocando desesperadamente, fiquei pensando em atender- e o que escutaria, talvez fosse da Telefônica testando alguma coisa, ou um cara ligando errado e depois me xingaria, provavelmente. Mais sem sentido ainda, é quando lembramos de algum ex namorado, e o que poderíamos ter dito no dia que ele nos deu aquele pé na bunda há dezoito anos atrás, outra coisa que caiu no meu colo também, foi uma reportagem que eu li numa revista, sobre uma mulher que ficou viúva e depois disso transou com 32 seres humanos.Para terminar a lei da atração das coisas esquisitas, teve um senhor que se sentou perto de mim no ônibus hoje, e me contou seu drama de ter ficado esperando horas um cidadão que ia não sei bem fazer o que para ele e não apareceu, só que o detalhe ainda arremata o título da postagem, pois ele me perguntou o que faria de sua vida.
Queridas amigas, tem dias que a vida parece surreal com essas coisas.
Tenham um boa ( normal) noite.
Tamanho 37
R$ 35,00 + frete ( abaixou)

2 comentários:

Juliana disse...

Oi !

Tudo bem !

Tenho interesse, pode me enviar mais fotos ?

cep. 30140-100

julisteixeira@gmail.com

Obrigada

Bruno Giraldelli disse...

Cláudia! Saudade de vc! Ah, adoro seu blog! =] ... bem, pegaria mal comprar suas cositas, mas quem sabe num futuro não muito distante! hehe... e adoro coisas sem sentido que me fazem parir todos os possíveis e impossíveis; adoro parir sentidos; e não dói nadinha. Bjão gde!