terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Dias difíceis


Sabe, aqueles cinco dias ou mais que todas as mulheres tem que passar, desde que Dona Eva caiu na conversa da serpente e comeu a maçã do pecado, pois é, esses são os piores dias do mês para mim. Essa penitência na verdade não fica só nos dias vermelhos, pois antes temos que aguentar fenômenos fisiológicos como: dores de cabeça, cólicas ( sim, eu as tenho ainda mesmo depois de ter tido duas filhas), irritação, vontade de voar no pescoço de alguém, achar que a vida vai ser perversa para sempre, dores nas costas, enjôos, cansaço, sonolência, confusão mental, virar manteiga derretida quando escuta a música de abertura da novela "Pantanal", etc...
Sem falar, do desconforto e a sensação de ter virado a bruxa da "Branca de Neve", quando me olho no espelho e vejo minhas olheiras e acnes provenientes do processo hormonal.
Não vejo a hora de sentir os calores decorrentes do término da minha missão procriadora dessa existência.
Sangue de Cristo tem poder

Um comentário:

foryou_bruno disse...

Hahaha... se emocionar com a música da abertura da novela Pantanal é um prodígio, minha flor!... Olha, para o seu consolo, eu preciso fazer a barba todo dia... hehe. Isso faz parte do seu poder de Mulher: achou que ser a Rainha da Natureza seria fácil? Brincadeirinha, viu?
Ainda bem que você nunca me atacou... =]
bjosss