domingo, 9 de maio de 2010

Mãe ideal




Gostaria de poder tocar o coração das pessoas de forma poética na leitura desse post, mas isso é uma idealização de uma mãe que na realidade, não é exatamente assim.

Sonhava na minha época de solteirisse crônica que incluia vida noturna intensa e uma certa rotatividade de objetivos e planos para o futuro, uma linda casinha cheirando bolo de fubá, flores na janela, e uma mãe totalmente diferente da atual realidade.

Queria ser uma mãe que não ficasse mal humorada por nenhum motivo justificável, que tivesse um emprego muito rentável, que tivesse menos bolsas, que na reunião de pais não ficasse pensando em sapatos, que não ficasse comendo chocolate com cara de louca, que na aula de teatro com a professora da Unicamp não ficasse com vontade de rir da música do exercício, que tivesse mais capacidade intelectual para se expressar, que pensasse menos no passado, que não permanessece eternamente no estágio intermediário do inglês, que não bebesse vinho, só água com gás, que fosse malhada mesmo depois de dois filhos, que tivesse mais classe para se comportar, que não afanasse R$ 20,00 da carteira do marido para fazer o pé e a mão porque acabou o dinheiro da mesada.

Enfim...... gostaria de ser uma mãe que tivesse mãe ainda.

Feliz dias das mães

5 comentários:

Brechó Online disse...

Essa é vc...maravilhosa de qq maneira! Beijos

Luciana e Inêz disse...

Amiga,

na verdade acho que vc deve ser uma mãe e tanto. Admiro-a muito. Um bjão e Feliz dia das mães. Lu

Esmeralda Pessoa disse...

Oi amiga !
Obrigada pela visitinha !
"Gambás" é ótimo !KKKKKKKKK
Feliz Dia das Mães p/ vc tbm !
Bjs!

Arminda disse...

Achei muito lindo!
Feliz dias das mães.
Arminda

Carol disse...

LIndo, lindo, lindo!!!