terça-feira, 3 de novembro de 2009

Memórias de uma alpargata ( Vendida para Akemi)

Meu feriado foi regado a chocolate, Led Zeppelin no I pod, algumas acnes desagradáveis no meu rosto e lembranças de um passado que tudo isso, fazia parte do meu cotidiano.
Junto dessa nostalgia, estava a época que alpargatas eram calçados coringas que usávamos em todas as ocasiões e comprávamos na lojinha do Sr????????? que até hoje não sei o nome, só me lembro que o homem ficava na porta da loja o dia inteiro feito um ás de paus, e com certeza eu e minhas amigas pagávamos o aluguel de sua loja com nossas mesadas, sendo que eu e elas nunca vimos uma alma penada entrar naquele lugar.
As alpargatas mais comuns eram as azuis indigo e quando chegava o fim de ano comprávamos a vermelha para o natal e a branca para o ano novo, quando chovia ficava desesperada procurando um abrigo como o Cascão da turma da Mônica, porque quando molhada aumentava uns dois números e depois disso parecia um caiaque em forma de calçado, fora que o cheiro de bolor empregnava chegando a dar alergia. Uma certa vez vez, pisei numa poça de lama com a minha branca e chorei copiosamente por uns dois dias, perdendo a esperança pela vida.
Hoje elas estão aí....... lindas cheias de charme e glamour; modificadas como se tivessem passado por uma cirurgia plástica de reparação contra a ação do tempo, são vitoriosas, tradicionais e frescas, pois algumas custam mais que um bom sapato de festa.
Talvez o Sr(???) "Coiso" que vendia as alpargatas, está com uma maison chiquérrima nos Jardins hoje em dia- Quem sabe ?
Tamanho 37

R$ 39,00 + frete

4 comentários:

euzinha disse...

Olááá...
Hj passeando pelos brechós da vida, me deparei com o titulo da sua postagem, a respeito das alpargatas...na minha adolescência, fui uma usuária dessas mimosidades...e eu fazia a mesma coisa q vc, no fim de ano, lá estava eu atras da vermelha pro Natal, e da branca pro dia de ano...tinha a preta tbm q era super concorrida, eu comprava as minhas num "armazém",tipo "Secos e molhados" q existia...rsrsrsrse eu também sofria dos mesmo males, qdo chovia, mas eu tinha uma técnica, eu lavava a minha branca, e colocava bastante "maizena" nela molhada ainda até secar, ai então era só escovar e tirar o pó da "maizena", e ela ficava novinhaaaaaa...
Bem amiga, eu tbm gostei muito da sua sandalinha rosa e queria ver qto é o frete...
Beijocas... e obrigada por me remeter ao meu passado, q por sinal é muito saudoso...

cep 19.600-000

taniazorzetto@hotmail.com

Brechó Online disse...

hummmmmmmmmmmmm fiquei imaginando no meu pé! entre nós é chumbo trocado,né? kkkkk
Bjussss

Grasi disse...

ainda está disponível? qual o frete para 88085-030?
aguardo retorno, Grasiela

grasicipriani@ig.com.br

LARANJINHA disse...

Oiiii
Depois e durante um longo e tenenebroso recesso encalorado volto aqui pra curtir suas vendas literárias.Não sei do que gosto mais: seu estilo ou seus produtos ... ha ha ...dos dois!Enfim, vc que ja me salvou arrumando uma pararaio,pode me dizer se ainda tem uma alpargata anunciada em 03 de nov último? ... não tem,ne? viu como sou sem sorte?o devaugar?ou mongol?Preciso desse tipo pra trabalhar em pé... uia pobre de mim!conforto com salto,se tiver fale,p/ favor. beijosss angela