terça-feira, 21 de agosto de 2012

Gesso

Esses dias atrás, me deparei com uma escultura de gesso que reproduzia o "Pensador" de Rodin, devo confessar que era simplesmente um horror. Primeiro, que já tenho uma certa implicância com ele, pois como homem foi um grande cafajeste com a pobre Camille Claudel, sua amante e grande escultora que assinou muitas obras que ele se apossou como se fossem criação dele, e segundo(...) que escultura em gesso, a maioria ficam com cara de pronto socorro, que até preciso me conter, para não escrever meu nome como nos velhos tempos de escola.
A escultura estéticamente me provocou essa péssima recepção, mas por outro lado, ela me mobilizou um pensamento bastante interessante, que me levou a conclusão do quanto algumas coisas na minha vida estão engessadas, começando pela cara desse blog e os encansáveis depoimentos sobre meus exageros e futilidades.
Não sei por onde começar, mas algumas mudanças essenciais poderão ser feitas em curto prazo, segue uma pequena lista das principais tarefas, a serem cumpridas:
1) Mudar esse banner, que já encheu o saco.
2) Parar de usar blusas pretas, todos os dias.
3) Ficar pelo um mês, usando esmates claros.
4) Não me achar o máximo por ter comprado um sneaker, ou outra bobagem fashion que inventam.
5) Dar um tempo de delianador, mesmo porque, eu preciso fazer um curso para estudar a ténica de como passá-lo , com treinos de oito horas diárias.
6) E claro..... parar de escutar Van Halen no meu I POD , que já deu né !
7) Parar de comprar tênis que eu não uso, como esse infeliz aí de cima.
Espero que eu possa tirar o gesso de todas essas e outras coisas na minha vida e do meu cotidiano, e com isso, me tornar uma pessoa mais dinâmica e menos entediante.

Tamanho 37                                        R$ 50,00 + frete

Um comentário:

Nilceli Gonçalves disse...

Eita Clau, mas que entrevista danada de boa, hein?Não se preocupe, de repente, mesmo o moço sendo uma "celebridade", ele ainda não tenha tido tempo de ler alguns blogs, meros mortais, que são a "cara", a realidade da maioria das mulheres..tá,tá,tá,algumas, como eu, não ligam muito para essas coisinhas femininas, mas somos a minoria. Então, nada de ficar pra baixo, você foi muito bem na entrevista, sim..rssss.....

bjks